Leitores Online

segunda-feira, 23 de setembro de 2013

Na mão: Sutilezas do smartphone LG Optimus G Pro


O topo de linha Optimus G Pro chegou ao INFOlab há alguns dias e já realizamos uma bateria de testes nele para a próxima edição da Revista INFO – o Guia Tech -, mas vale aqui um relato. A princípio não se trata apenas de uma melhoria localizada em relação ao antecessor, o Optimus G. As sutilezas das modificações do conjunto hardware e software deixam o aparelho em posição de destaque.

O primeiro ponto notável é a tela. A resolução pulou de 768 por 1280 pixels para 1080 por 1920 pixels. O painel continua a usar a tecnologia IPS, mas aumentou em tamanho. Foi de 4,7 para 5,5 polegadas (com estonteantes 401 ppi).  O tamanho está no limiar de um smartphone, quase tablet, e por isso sua ergonomia não é das melhores. O processador está mais potente. Agora é um Qualcomm Snapdragon 600 de 1,73 GHz (clock recomendado, apesar de não ser o máximo que o processador de 28 nanômetros aguenta).

Outros itens de hardware também melhoraram e por isso merecem destaque. A bateria passou de 2100 mAh para 3050 mAh (50 mAh a menos que o Galaxy Note II). A câmera frontal que antes era de 1,3 megapixels, agora é de 2 megapixels.

Mas e as sutilezas que me referia? O software de câmera adicionou o recurso de câmera dupla, que, como o Galaxy S4, tira fotos com a câmera frontal e traseira simultaneamente. E um modo de foto chamado Panorama VR, que faz fotos em 360 graus (capturando diversas imagens), como no LG Nexus 4. Inclusive com o detalhe de detectar face e ajustar o foco (neste modo de captura também).

Com infravermelho e o software Quick Remote, o smartphone vira seu controle universal. De certa forma, a novidade já era aguardada em um topo de linha. Exceto pelo detalhe: o Quick Remote funciona até com seu smartphone bloqueado (como um mini aplicativo na tela de bloqueio). E tem uma opção para carregar automaticamente assim que você chega em casa (identificado pela conexão Wi-Fi que você definiu). E claro, com o auxílio do Miracast, o conteúdo vai parar na TV (desde que seja nova o suficiente para suportar).

Mesmo com o Android 4.1.2, isto é, desatualizado, a LG modificou o software a contento. Deixo ainda uma dica: Olhe atentamente o menu de ajuste do sistema. Você vai se surpreender com algumas opções.

Mais detalhes dele você confere na edição de Outubro da INFO, e posteriormente, em Reviews com tudo desvendado. O LG Optimus G Pro custa em torno de 2099 reais.

Veja o vídeo de demonstração do recurso de foto:




Por: Luíz Cruz / Gadgets INFO / Smartphones

Nenhum comentário: