Leitores Online

terça-feira, 27 de maio de 2014

Na mão: Sony SmartBand quer medir até como você dorme


Seguindo os princípios de um acessório de saúde, a nova pulseira da Sony, modelo SWR10, usa um acelerômetro para contar seus passos durante o dia. Pelo movimento ela também é capaz de avaliar como você dorme. Isto é, quantas horas você esteve em sono leve ou em sono pesado. Se a proporção estiver parecida, você provavelmente está no caminho certo.

Pequenos tapas no topo da superfície do aparelho podem significar comandos para aplicativos específicos. Um deles serve para localizar seu celular. Um tapa faz o smartphone tocar loucamente um sinal alerta, até que dois tapas cancelem a sinfonia. É claro que o celular precisa estar no alcance do Bluetooth. Aliás ela usa NFC para fazer a conexão com o celular.

O grande diferencial desta solução se chama Lifelog. É um aplicativo que faz um sumário das suas atividades. Até o uso de aplicativos no smartphone ele é capaz de reconhecer. Alguns exemplos: Spotify, Navegador, Gmail, Quora, Hangouts, Whatsapp, Foto e outros. Mas qual a utilidade? A ideia é saber de forma refinada quanto tempo você passa nas redes sociais, quanto tempo passa caminhando ou dormindo. Imagine por exemplo, descobrir como um determinado alimento afeta seu sono. Na teoria estas informações servem para despertar a sua consciência, evoluindo para uma vida mais regrada. Mas isso não implica no fim da preguiça. É preciso força de vontade para usar estas informações em seu benefício. Outro porém é que a Sony terá acesso a estes dados. É tudo sincronizado online.

No INFOlab já testamos algumas pulseiras como esta. Aliás, na edição do mês que vem – Guia Tech – você poderá conferir o resultado desta maratona de testes. Passamos um bom tempo caminhando, correndo, usando o smartphone e dormindo com a pulseira no braço. Tudo para entender como ela funciona.

De antemão, posso afirmar que a pulseira da Sony é uma das mais confortáveis. Graças a solução enxuta de tamanho e haste de borracha flexível. Um ponto sério de preocupação foi devidamente solucionado neste produto: lavar as mãos. O gesto tão corriqueiro pode danificar a maioria delas, mas não esta. Além de ficar quase toda dentro da borracha, ela tem proteção IP58. Eu fiz questão de mergulhar algumas vezes a mão na água corrente para ter certeza. É claro que o mal uso pode – e vai – danificar a SmartBand.

No Brasil, a Sony SmartBand será comercializada por 399 reais. Ela funciona em qualquer Android com versão 4.4 ou superior. Você precisa instalar três aplicativos caso seu aparelho não seja Sony (os da Sony já possuem um deles, o Smart Connect.  Os outros são o Smartband e Lifelog). Felizardos que comprarem o Sony Xperia Z2 levarão a pulseira pelo preço do pacote – que não é mais caro que os melhores smartphones disponíveis no mercado. Ainda assim, um grande infortúnio para quem vive a conta gotas com o dinheiro.




Por: Luíz Cruz / Gadgets INFO / Acessórios

Nenhum comentário: