Leitores Online

quinta-feira, 12 de março de 2015

Com preços de até R$ 3.300, LG anuncia novos smartphones e relógio inteligente no Brasil


A LG anunciou, nesta quinta-feira (12), a chegada de novos smartphones ao mercado brasileiro com preços que vão até 3 300 reais, valor que ainda pode sofrer reajuste devido a variação dólar. O modelo mais caro é o G Flex 2, um aparelho topo de linha com tela curva de 5,5 polegadas (Full HD). O gadget é o primeiro a ter o processador Qualcomm Snapdragon 810, com CPU octa-core. As vendas deste produto começam no mês que vem, assim como as do relogio inteligente G Watch R, que custará, em média, 1.300 reais.

Durante o Digital Experience, um evento anual realizado hoje para apresentar produtos a jornalistas, a LG anunciou também a chegada dos smartphones intermediários Prime Plus, Volt, Leon e Joy, todos com sistema Android Lollipop, exceto pelo Joy, que tem a edição KitKat. Esses aparelhos integram a gama de produtos intermediários da fabricante, portanto, os preços serão mais baixos do que o cobrado pelo G Flex 2.

O Prime Plus será vendido por 949 reais; o Volt custará 849 reais; o Leon tem preço de 699 reais, enquanto o Joy, modelo de entrada, será vendido por 499 reais. Os gadgets, menos o Joy, terão o Smart Button, um botão de desbloqueio de tela que não fica nem na lateral direita, nem no topo, mas sim na parte de trás dos produtos. Também será possivel despertar esses aparelhos com duas batidas na tela. O Volt e o Joy já podem ser encontrados no mercado nacional, enquanto os outros dois aparelhos tem previsão de chegar ao mercado na primeira quinzena de abril.

O Prime Plus e o Volt foram apresentados com outros nomes em fevereiro deste ano, durante a mostra de tecnologia Mobile World Congress, em Barcelona. Os aparelho se chamam, no mercado europeu, Magna e Spirit.

G Flex 2 - O G Flex 2 merece destaque por ser o smartphone mais potente e também mais caro ja lançado pela LG no Brasil. Além do processador Snapdragon 810 com CPU octa core (Cortex-A57 e Cortex-A53), o aparelho tem 2 GB de RAM, opções de 16 e 32 GB de armazenamento interno, suporte para cartão microSD, NFC, 4G, Wi-Fi ac, bateria de 3 000 mAh, câmera frontal de 2.1 MP e câmera principal de 13 MP (4:3) com estabilização óptica de imagem. O smartphone vem com o sistema Android Lollipop (5.0) personalizado pela empresa.

Com a tecnologia chamada P-OLED, em que, de certa forma, têm luzes próprias, o G Flex 2 chega para concorrer com o Galaxy Note Edge, da Samsung, um produto que tem uma curvatura na lateral direita da tela.

Em entrevista a INFO, Marcel Inhauser, especialista em celulares da LG Brasil, disse que a empresa não tem expectativa de que a bateria do G Flex 2 dure tanto quanto a usada no G Flex do ano passado, um produto que obteve resultado excelente nesse quesito, segundo a análise do INFOlab. A razão e o aumento da resolução da tela, que passou de HD para Full HD, o que eleva a necessidade de energia. Inhauser destacou que o produto oferece ótima potência.

No Digital Experience, a Qualcomm informou que trabalhou para melhorar a eficiência energética dos smartphones com o chip Snapdragon 810, aumentando a velocidade sem impactar o gasto de bateria. Para isso, a fabricante de processadores adotou o uso de oito núcleos, sendo que quatro deles só são ligados em tarefas de alto desempenho, como executar um jogo.

G Watch R - A LG anunciou ainda que vai lançar o relógio com sistema Android Wear chamado G Watch R. Promovido pela fabricante como o primeiro smartwatch com tela totalmente redonda -- fazendo refência ao concorrente Moto 360, da Motorola, que tem uma barra reta que quebra o design circular de um relogio comum. Perguntado sobre o real benefício desse visual é a “cara de relógio de verdade”. “Se você olhar o G Watch R no pulso de alguém, você vai pensar que ele é um relógio esportivo”, afirmou Inhauser.




Por: Lucas Agrela, de INFO Online / Tecnologia pessoal

Nenhum comentário: