Leitores Online

quinta-feira, 30 de abril de 2015

Esse DVR grava 10 canais ao mesmo tempo e cria GIFs a partir da programação


O Texas é mais conhecido pela sua comida apimentada e por uma política liberal de porte de armas, mas esse estado superlativo tem outro motivo para se orgulhar: a empresa Snapstream que produz DVRs para grandes programas de televisão, como o “Colbert Report“. A Snapstream acaba de lançar uma versão mais econômica de seu produto, o Snapstream Express.

Antes do lançamento do Express, o DVR mais simples da empresa custava 10.000 dólares só para adquirir o hardware. Mas esse valor não é arbitrário: a máquina é capaz de gravar até 6 canais HD simultaneamente e pode ser ligada a outras unidades para multiplicar  o número de gravações, formando, por exemplo, um cluster com 30 TB de armazenamento que pode capturar o sinal de 30 canais.

O novo Snapstream Express é mais modesto nesse aspecto. Mesmo assim, com 2 TB de disco e a habilidade de gravar até dois canais em HD ao mesmo tempo, ele vai muito além das ofertas que existem no mercado de consumo doméstico. Mas o aspecto mais interessante do Express é que ele roda o mesmo software de seus irmãos maiores. Como o Snapstream é utilizado por shows de TV que dependem da programação de outros canais para montar seu conteúdo (Colbert, por exemplo, frequentemente usa clipes de outros programas para ilustrar suas piadas), os recursos de guia de programação e busca assumem uma importância extraordinária.

O Snapstream tem uma interface web que exibe informações detalhadas de cada programa e pode buscar palavras-chave até mesmo na trilha de closed caption dos canais. Basicamente, isso quer dizer que ele tem acesso às transcrições de cada programa e pode, por exemplo, encontrar o momento exato em que Geraldo Alckmin negou a existência de uma crise de água em São Paulo. Na própria interface também é possível separar clipes curtos e publicá-los diretamente nas redes sociais. Essas sequências podem ainda ser transformadas em GIFs, com direito à inserção de texto no estilo dos memes de internet.

Considerando todos esses recursos, o preço de 500 dólares pelo hardware e 100 dólares mensais pela manutenção do serviço é bem razoável, especialmente para pequenas empresas de mídia (ou para alguém que quer se tornar o Senhor dos Memes televisivos).




Por: Leonardo Veras / Gadgets INFO / Centrais multimídia

Nenhum comentário: