Leitores Online

terça-feira, 2 de junho de 2015

Sexta geração de processadores da Intel chega ao mercado no segundo semestre


Além de anunciar dez novos chips da linha Broadwell, a Intel aproveitou a Computex deste ano para dar mais detalhes sobre sua sexta geração de processadores, que deverá trazer mudanças maiores do que as apresentadas pelos modelos atuais. A nova linha foi batizada de Skylake, e começa a chegar ao mercado ainda no segundo semestre de 2015.

Não foram dados muitos detalhes sobre a nova linha, mas a empresa usou sua apresentação no evento taiwanês para mostrar dois aparelhos que devem usados como referência para produtos futuros: um tablet e um all-in-one. O primeiro, chamado de Panther Mountain, é na verdade um dois-em-um com teclado destacável. Seu ponto forte é a espessura: apenas 7,8 mm, provavelmente atingidos sem o acessório. Fora isso, segundo o DigitalTrends, o modelo de aparentes 13’’ tem portas USB Type-C e uma câmera RealSense 3D.

O segundo dispositivo foi o Star Brook, um tudo-em-em também fininho, com um chassi de 10 mm de espessura. A única especificação mencionada, porém, foi a resolução de 4K da tela, de aparentes vinte e poucas polegadas. O computador, aliás, também tem um quê de notebook-conversível, e pode ser dobrado e utilizado como um tablet gigante.

De qualquer forma, é sempre bom reforçar que os dois modelos são apenas referências, e servem só para revelar um pouco do que a Intel pretende fazer com sua nova linha de chips: aparelhos muitos finos, com baterias duradoras e praticamente sem fios. Como lembrou a PC World, a ideia da empresa é que cabos de display tradicionais sejam substituídos aos poucos por conexões nos padrões WiDi e WiDi Pro, como aconteceu no Star Brook. Fios ligados à tomada, por sua vez, devem ser trocados pelo carregamento wireless, como foi feito no Panther Mountain e em um modelo de notebook apresentado no Intel Developers Forum deste ano.

Quanto aos processadores, as únicas especificações disponíveis até agora vêm de rumores. Um deles é um benchmark divulgado pelo CPU-Monkey, que compara um suposto Core i7-6700K com o Core i7-4790K e mostra que o topo de linha da nova geração é de 5 a 10% mais poderoso do que o high-end da série Haswell. Outro, por sua vez, diz que chips da linha Xeon terão até 28 núcleos de processamento com hyperthreading.

Por fim, espera-se que os chips suportem memórias DDR4, como novos modelos de PCs anunciados pela ASUS deram a entender. O G11CB e o G20CB foram revelados também durante a Computex, trazem uma placa de vídeo GeForce pareada com um processador de sexta geração da Intel e ainda contam com uma “quantidade não especificada” de RAM DDR4, de acordo com o TechRadar. Os preços e as datas de lançamento não foram reveladas, mas é de se imaginar que eles cheguem também no segundo semestre deste ano.




Por: Gustavo Gusmão / Gadgets INFO / Processadores

Nenhum comentário: