Leitores Online

segunda-feira, 27 de fevereiro de 2017

Conheça os três novos smartphones da Nokia com Android puro


A Nokia quer voltar de vez ao mercado de smartphones em 2017. Além do repaginado 3310, a empresa anunciou neste fim de semana, durante a Mobile World Congress em Barcelona, três novos dispositivos: o Nokia 6, o Nokia 5 e o Nokia 3. Todos rodando uma versão sem customizações do Android, o chamado "Android puro".

Começando pelo Nokia 6, que já havia sido anunciado anteriormente, mas só para a China, e que agora será vendido em outros países, mas um pouco diferente. O smartphone tem uma tela Full HD de 5,5 polegadas, 3 GB de RAM, 32 GB de memória interna, processador intermediário Snapdragon 430, câmeras de 8 MP e 16 MP (frontal e traseira, respectivamente).

O modelo ganhou também uma variação, chamada de Arte Black. A edição limitada virá um pouco mais potente, com 64 GB de memória interna e 4 GB de RAM. O Nokia 6 "normal" foi anunciado por 229 euros (equivalente a R$ 754 em conversão direta), enquanto o Nokia 6 Arte Black sai por 299 euros (R$ 985).

Já o Nokia 5 é um pouco mais modesto. O modelo tem uma tela de 5,2 polegadas, 2 GB de RAM, 16 GB de memória interna e o mesmo processador do Nokia 6, um Snapdragon 430. A principal diferença fica no design: embora os dois sejam feitos em alumínio, o Nokia 5 tem bordas curvas semelhantes às de um iPhone.

Android 7.1.1 Nougat sem customizações é o sistema operacional do Nokia 5, que ainda tem câmeras de 8 MP e 16 MP (respectivamente, frontal e traseira). O aparelho também chega ao mercado global no segundo trimestre custando 189 euros, equivalente a cerca de R$ 620 em conversão direta.

Por fim, a HMD mostrou também o Nokia 3, modelo mais básico e econômico de todos. Por baixo da tela de 5 polegadas há 2 GB de RAM, 16 GB de memória interna e um processador MTK 6737 de quatro núcleos. Em termos de design, o aparelho usa alumínio apenas nas bordas, enquanto a parte traseira é feita em policarbonato.

As duas câmeras do Nokia 3 têm 8 MP de resolução, enquanto o sistema operacional mantém o Android puro dos outros dois celulares. O preço reflete as especificações: 139 euros, equivalente a menos de R$ 460 em conversão direta.

A HMD, empresa que fabrica os novos smartphones com a marca Nokia, disse que os três smartphones serão vendidos globalmente, mas não antecipou quais serão os países a recebê-los. Por enquanto, o que se sabe é que eles começam a ser vendidos no segundo trimestre deste ano.





Por: Lucas Carvalho / Matérias

Nenhum comentário: